Menü
CORAGEM #2 | EDITORIAL


OLÁ


É difícil imaginar um momento tão intrigante e desafiador para negócios e tecnologia como o que vivemos hoje. A Quarta Revolução Industrial está acontecendo, bem embaixo do nosso nariz, expandindo possibilidades, virando negócios do avesso e nos fazendo pensar constantemente no papel da tecnologia na sociedade (e a Nádia Silva fala mais sobre isso aqui). Ao mesmo tempo, as relações de trabalho seguem sendo questionadas, repensadas e adaptadas. O mundo tem corrido numa velocidade que exige fôlego para acompanhar, pedindo paciência para entendê-lo e coragem para intervir em seus rumos.


Pois liderar é, entre várias outras coisas, entender o momento e tomar decisões ousadas que podem influenciar diretamente o contexto. E sabemos que essas decisões são urgentes se queremos criar novas narrativas de negócios: mais responsivas e interativas, construídas a várias mãos. Narrativas mais humanas e inclusivas, onde as pessoas sejam quem são no ambiente de trabalho e nele encontrem motivos para quererem ser sempre melhores. Onde produtos, serviços, processos e metodologias sejam desenhados e desenvolvidos pensando nas pessoas que vão utilizá-los. Porque não dá mais para falar de resultados genuínos de negócios sem falar de pessoas.


Para sermos as lideranças que os negócios contemporâneos precisam e, principalmente, para liderarmos os negócios que a sociedade contemporânea precisa, precisamos de coragem, preparo e boas companhias — por isso tudo estamos aqui, nessa segunda edição da revista Coragem. Vamos?


Natalia Menhem, Diretora de Marketing da ThoughtWorks Brasil

Perspectives

Explore também a Perspectives, uma publicação online global sobre tecnologia e negócios para líderes digitais.