Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.

Educação, aprendizado e troca de conhecimento são essenciais para quem somos e como evoluímos como tecnologistas, como empresa e como indústria. Acreditamos que, compartilhando informações livremente e aprendendo uns com os outros e com nossos erros, podemos entregar soluções melhores não apenas para clientes, mas também para a sociedade como um todo. Mais amplamente, de acordo com o quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU, acreditamos firmemente que a educação de qualidade é um direito humano básico que deve estar disponível para todas as pessoas. O acesso à educação é a base que, em última análise, permite que cada indivíduo prospere e faça a diferença no mundo.

 

A young child and an adult both with black hair sit at a table, surrounded by childrens toys and reading from a piece of paper together A young child and an adult both with black hair sit at a table, surrounded by childrens toys and reading from a piece of paper together

 

Colocamos essas crenças em ação por meio de parcerias com organizações, fundações e organizações não governamentais (ONGs) que abordam as desigualdades nos sistemas educacionais e apoiamos pessoas em comunidades carentes, rurais e remotas que podem não ter acesso a tecnologia e recursos educacionais. Desde ajudar os refugiados em seu aprendizado contínuo até preencher a lacuna entre estudantes rurais e urbanos na China, aplicamos tecnologia e habilidades tecnológicas para criar um campo educacional mais nivelado e visamos garantir que as oportunidades sejam estendidas a todas as pessoas.

 

Colocamos a mesma ênfase na igualdade de oportunidades e tecnologia como um elemento facilitador em programas internos de mentoria e treinamento. Na Índia, nosso programa Vapasi fornece uma base de treinamento prático e experiências de estágio para ajudar as mulheres a fazer a transição de volta às funções de tecnologia após uma pausa na força de trabalho. Enquanto isso, nosso programa STEP oferece a estudantes a chance de desenvolver habilidades práticas e oportunidades de orientação por meio de uma metodologia exclusiva de "trabalhe enquanto estuda'" apontando o caminho para uma carreira tecnológica promissora. Acreditamos no aprendizado ao longo da vida e aplicamos essa mentalidade contínua ao nosso trabalho de impacto social, bem como ao desenvolvimento de nossas pessoas.

 

 

Linha do tempo e objetivos do programa Vapasi

Timeline showing Vapasi milestones, beginning in 2014: 7000 registrations, 380+ attendees, 150+ interns and 100+ hires

 

Empoderando mães rurais

 

Nossa parceria contínua com o Programa de Ação de Educação Rural (REAP) patrocinado pela Universidade de Stanford visa combater a significativa lacuna educacional entre estudantes urbanos e rurais na China. Com uma estimativa de 60 milhões [1] de estudantes deixados para trás nas áreas rurais do país, há uma necessidade urgente de resolver a falta de financiamento da educação, a falta de apoio para pais que trabalham e os baixos níveis de alfabetização digital. Respondemos com inovações como o Taoli Online, um produto de educação online gamificado projetado especificamente para ajudar estudantes rurais a melhorar seu desempenho acadêmico. Durante a pandemia, lançamos uma versão móvel para os alunos apoiarem a mudança disruptiva do aprendizado presencial para o remoto.

 

Outra iniciativa importante com a REAP é no Desenvolvimento da Primeira Infância (ECD). As crianças nas áreas rurais correm maior risco de atraso cognitivo, mas isso pode ser resolvido com intervenções precoces focadas em apoiar seus pais e cuidadores.

"A primeira infância é a fase mais crítica na vida de uma pessoa e os investimentos em seu desenvolvimento durante esses três primeiros anos terão o maior impacto positivo. É urgente e vital para nós ampliar nosso foco na educação para o desenvolvimento da primeira infância e trabalhar com parcerias para ajudar a preencher as lacunas que persistem para as crianças nas áreas rurais da China."
 
Nina Zhou
Head of Social Change, China, Thoughtworks

 

A REAP desenvolveu um currículo que abrange nutrição, saúde e bem-estar infantil que pode ser usado por agentes comunitários de saúde em visitas domiciliares. Mas esses esforços provaram ser difíceis de escalar devido a questões de treinamento, dificuldades de acompanhamento do progresso e ineficiências burocráticas.

 

Para superar esses problemas, a Thoughtworkers se uniu à REAP para desenvolver o aplicativo Healthy Future, o primeiro produto de treinamento online da China rural para famílias com bebês. O aplicativo contém todo o currículo de ECD em formato totalmente digitalizado, incluindo texto, imagens e vídeos. O currículo foi projetado para ser interativo e simples de usar, mesmo para profissionais de saúde menos experientes. Ele pode ser personalizado de acordo com as necessidades de cada família, que pode variar dependendo de fatores como a idade das crianças e também facilita o monitoramento do progresso de cada família. Usando o aplicativo, agentes de saúde podem visitar as famílias rurais e fornecer treinamento prático e conselhos sobre nutrição materna, amamentação, alimentação complementar, saúde mental e outros tópicos críticos. O aplicativo já foi testado com sucesso em várias aldeias e será lançado em mais de 100 aldeias em Sichuan este ano.

 

"Estamos há quase um ano em nosso programa e alcançamos mais de 1.500 famílias na zona rural da China. A plataforma que construímos com a equipe da Thoughtworks foi fundamental para esse sucesso, reduzindo substancialmente a carga sobre profissionais de saúde e permitindo que se concentrassem em servir suas famílias."
 
Sean Sylvia
PhD, Gillings School of Global Public Health

 

Esperamos continuar trabalhando com a REAP e sua iniciativa controladora, o Stanford Center on China’s Economy and Institutions (SCCEI), à medida que expande sua pesquisa focada na China para o meio ambiente e a sustentabilidade.

 

Das questões sociais à inovação social



A Thoughtworks China também está apoiando a organização sem fins lucrativos A Better Community (ABC) para desenvolver treinamento e oportunidades educacionais para ONGs e estudantes que se interessam por questões sociais. O Digital Social Innovation Camp da ABC é um fórum dinâmico que reúne profissionais e estudantes para desenvolver soluções digitais que ajudem ONGs em seu trabalho. Essa colaboração resolve perfeitamente uma série de desafios: a falta de experiência em tecnologia e recursos financeiros das ONGs para investir em novos produtos e soluções; falta de conscientização sobre as questões sociais que as ONGs estão enfrentando e ausência de oportunidades de aprendizado prático para estudantes que desejam aprimorar suas habilidades tecnológicas.

A photograph of a group of individuals gathered around the ABC logo flag, some are smiling and posing with hand gestures for the photographer A photograph of a group of individuals gathered around the ABC logo flag, some are smiling and posing with hand gestures for the photographer
A ABC realiza três Acampamentos de Inovação Social Digital por ano, com até 50 participantes por acampamento, com inscrição por interesse no tema de cada acampamento. As pessoas voluntárias selecionadas passam de três a quatro meses trabalhando em grupos para desenvolver soluções digitais que as ONGs podem aplicar com sucesso em campo. Como principal parceira da ABC, a Thoughtworks fornece tecnologistas para ajudar a orientar as equipes no processo de design e desenvolvimento do produto. Cobrimos técnicas fundamentais, desde a definição de problemas e o uso do design thinking para encontrar soluções, até a conceituação de um produto mínimo viável e o planejamento da construção do produto. O resultado é uma experiência educacional abrangente e significativa para os alunos e inovações que ampliam o alcance e o impacto das ONGs que trabalham para melhorar a vida das pessoas em toda a China.

Na Tailândia, continuamos a apoiar o aplicativo LearnBig da UNESCO. O LearnBig é uma biblioteca digital de acesso aberto e um aplicativo para smartphone que disponibiliza livros e materiais didáticos para professores e estudantes. Promove a alfabetização e bons hábitos de leitura entre crianças fora da escola e marginalizadas na Tailândia. Em 2021, adicionamos recursos de gamificação e criptografia de livros.

Incentivando as mulheres a aplicar suas habilidades

 

O acesso desigual à educação não é apenas um desafio para crianças ou pessoas em áreas remotas. É também uma dificuldade comumente enfrentada pelas mulheres, principalmente em sociedades mais tradicionais ou em posições de vulnerabilidade. Para as mulheres em tais situações, aprender habilidades tecnológicas pode ser um meio poderoso para construir independência e melhorar suas vidas.

 

No Equador, um grupo de mulheres indígenas formou a Warmi STEM em 2020 para incentivar e orientar seus pares no estabelecimento de carreiras em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM) – um empreendimento relativamente raro na comunidade. A Thoughtworks está apoiando a Warmi STEM nesta jornada, fortalecendo as capacidades de negócios da organização. Realizamos workshops mensais para membros que abordam uma variedade de habilidades essenciais de liderança e tecnologia, e cada líder da Warmi STEM também tem um mentor individual da Thoughtworks Ecuador. Nossa parceria com a Warmi STEM também informou o desenvolvimento de nossa campanha ‘Descolonizing Tech’. A campanha explora como as comunidades indígenas percebem e usam a tecnologia, os desafios que enfrentam ao acessar e interagir com soluções tecnológicas e estabelece as bases para abordagens mais inclusivas ao desenvolvimento tecnológico.

 

Na Espanha, estamos trabalhando com Valentes i Acompanyades, cuja missão é conscientizar sobre casamentos forçados e apoiar mulheres vítimas e pessoas em risco, para que possam viver livremente e com autonomia pessoal. A organização faz isso através de uma combinação de educação, coaching de carreira e apoio emocional para promover a auto-estima e a confiança para viver de forma independente. Estamos apoiando e ajudando a ampliar o impacto de seus esforços por meio de uma combinação de suporte técnico e operacional e orientação individual.

 

line drawing of two people sitting together looking at a laptop

Contribuindo para a formação técnica coletiva na Espanha

 

Nós nos juntamos ao esforço coletivo da vibrante comunidade de tecnologia da Espanha para ensinar programação e outras habilidades a grupos desfavorecidos, ajudando-os a iniciar carreiras em tecnologia. Para o Migracode, que oferece educação tecnológica gratuita para jovens refugiados e migrantes e também orientação sobre o processo de busca de emprego, Thoughtworkers oferecem seu tempo como coaches e realizam regularmente workshops e programas de orientação.

 

Thoughtworkers também facilitam oficinas que enfatizam habilidades técnicas práticas para a Factoría F5 (FF5), uma escola digital inclusiva que oferece cursos intensivos de tecnologia de seis meses gratuitos para estudantes de origens desfavorecidas, que de outra forma não teriam acesso a esse treinamento especializado. O bootcamp FemCoders da FF5 foi reconhecido pelo Impact Challenge for Women and Girls do Google pelo sucesso de seu treinamento para mulheres de grupos refugiados, minorias étnicas e de baixa renda, bem como sobreviventes de violência.

 

A Codebar está comprometida com o crescimento de uma comunidade tecnológica diversificada, oferecendo workshops de tecnologia gratuitos e orientação profissional para membros de populações minoritárias. Thoughtworkers se voluntariam como coaches e realizam workshops para estudantes da Codebar, contribuindo para um ambiente colaborativo e seguro e posicionando os alunos para alcançar uma série de objetivos de carreira.

 

A photograph of a young girl sitting at her desk writing at school, with her classmates in the background. A photograph of a young girl sitting at her desk writing at school, with her classmates in the background.

Ampliando as possibilidades para grupos desfavorecidos

Thoughtworkers na Romênia tiveram a oportunidade de apoiar várias organizações que trabalham para desmantelar as barreiras enfrentadas por estudantes com origens étnicas desfavorecidas e deficiências. Em parceria com a Providenta Foundation, que fornece programas educacionais e sociais para crianças ciganas de minorias étnicas em áreas rurais ao redor da capital da Romênia, Bucareste, a Thoughtworks Romania construiu um aplicativo educacional para ensinar a ler e avaliar os níveis de alfabetização. Nossa equipe desenvolveu o conceito e escreveu as funcionalidades para este aplicativo, então os alunos do departamento de Ciência da Computação da Universidade Babes-Bolyai Clu continuaram com seu desenvolvimento. O aplicativo fornece um questionário baseado em cada livro que as crianças lêem como parte do programa, com perguntas escritas por estudantes de Línguas Estrangeiras e Psicologia da Universidade de Bucareste. Além de questionários, o aplicativo inclui outros recursos atraentes e práticos, como e-books, um gerador de perguntas aleatórias, classificações de nível de habilidade e painéis de informações.
 
"Mais um passo para remover as barreiras étnicas e promover a educação em áreas desfavorecidas: A Thoughtworks Romania, em parceria com um grupo de estudantes da Universidade de Cluj, desenvolve um aplicativo educacional para leitura e avaliação de competências de leitura para crianças da comunidade rural cigana (crianças desfavorecidas) em torno de Bucareste. Todas essas crianças se beneficiam dos programas educacionais e sociais oferecidos pela Providenta Foundation. Agradecemos o apoio!"
 
Mihai Ciopasiu
Executive Director, Providenta Foundation (RUTH Project)  
 

Em 2021, a Thoughtworkers na Romênia também se uniu à Informal School of IT para desenvolver um curso introdutório online de oito semanas sobre programação chamado IT4Teens, voltado para estudantes com deficiência motora. Variações do curso foram oferecidas para diferentes níveis de habilidade, com a conclusão de todos os três elementos do curso resultando em credenciamento.

 

Na América do Norte, após os protestos contra a justiça racial de 2020, fizemos um brainstorming com Thoughtworkers e elaboramos um plano de ação para aumentar a representação de grupos historicamente marginalizados na tecnologia. Um dos resultados foi um programa de estágio para indígenas e pessoas negras, que ocorreu pela primeira vez em 2021. As pessoas participantes aprenderam desenvolvimento de software básico e fundamentos ágeis, ganharam habilidades práticas de projeto e consultoria em equipe e passou um tempo entendendo a interseção entre tecnologia e operações de negócios. Estamos muito felizes por termos contratado todas as seis pessoas que entraram na primeira instância do programa.

 

Estamos otimistas para ver o programa se expandir em 2022. Além de aumentar o número de pessoas apoiados, também estamos estendendo o programa para um curso de 10 semanas. Isso fornecerá a participantes do programa oportunidades adicionais de aprendizado com base em habilidades e preparação para a carreira.

"Estar na Thoughtworks foi uma experiência realmente incrível que impulsionou meu conhecimento, conexões e exposição à tecnologia."
 
Martin Guillen
Thoughtworks intern
"Minha experiência durante meu estágio aqui na Thoughtworks foi extremamente gratificante. Recebi uma quantidade absurda de suporte e espaço para aprender novas tecnologias e habilidades."
 
Abdulrahman "Adbi" Moussa
Thoughtworks intern

Em muitas de nossas regiões, fazemos parcerias com organizações e instituições de treinamento que apoiam comunidades marginalizadas e criam caminhos para carreiras tecnológicas. Aqui estão apenas algumas dessas parcerias:

Our training partner logos: Aceleradoras, Career Trackers, Coding Black Females, Codebar, Code Women, Factoria F5, Generation Singapore, Labratoria, Grupo Lila, Catholic University of Ecuador, Periferry, Plan International, Solve Education, Uhlala Group, Valyentes

Explore os capítulos

Introdução: Sustentabilidade, solidariedade e serviços

Capítulo um: Tecnologia responsável e inovação

Capítulo dois: Além da diversidade

Capítulo três: Inclusão e justiça social

Capítulo quatro: Sustentabilidade e ação climática

Capítulo cinco: A saúde como um direito humano

Capítulo seis: Educação

Capítulo sete: Operando com integridade

Nossa abordagem de transformação social