Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
Neste capítulo examinamos como estender oportunidades para todas as pessoas, proporcionando caminhos profissionais que aumentem a representatividade e, mais importante, o avanço de mulheres e grupos sub-representados no setor de tecnologia.

Princípios: repensando a diversidade, promovendo a inclusão radical

 

Empenhar-se para criar uma organização, e por extensão uma indústria, que realmente reflita as diversas sociedades em que trabalhamos é uma prioridade de longo prazo para nós. Em meio a sinais de que a pandemia está desfazendo algumas conquistas alcançadas com muita luta, este esforço tornou-se ainda mais urgente. Uma pesquisa recente (1) com mulheres tecnologistas descobriu que mais da metade sentia que a covid-19 havia retrocedido os papéis de gênero em décadas.

 

Definir metas é uma maneira importante de permanecer no caminho certo e de avaliar nossos resultados. Mas o progresso verdadeiro vem da integração da diversidade, da equidade e da inclusão em nossas ações cotidianas, prioridades de negócios e cultura. Queremos que tudo o que fizermos reforce que este é um lugar onde as pessoas não são apenas livres, mas também encorajadas a ser quem realmente são e trazer suas perspectivas únicas e curiosidade para todos os problemas que estamos tentando resolver como organização. Isso transparece em tudo, desde a maneira como abordamos as entrevistas até programas de mentoria e iniciativas pioneiras lideradas por nossos escritórios locais que oferecem oportunidade e avanço para grupos sub-representados.

 

Infográfico: Barras mostrando nossos números de Mulheres e Minorias de Gênero Sub-representadas (UGM) na Thoughtworks: em 2020, Mulheres em cargos de tecnologia, atualmente 37,4% (Nossa meta para o final do ano de 2022 é de 40%); No geral, atualmente 39,4% e as mulheres em cargos de diretoria executiva são 60%

 

Parte de ser uma empresa diversa e inclusiva é, constantemente, desafiar as próprias concepções. Levamos isso a sério ao tentar expandir nossa definição do que a diversidade pode e deve ser. Queremos criar uma instituição que seja diversa não apenas em termos de gênero e etnia, mas também em conjuntos de habilidades, formas de aprendizagem e resolução de problemas. Ao fornecer planos de carreira para pessoas sem experiências profissionais ou educacionais tradicionais, abrimos caminhos para abordagens inovadoras e dinâmicas de times equilibradas. Também estamos adotando medidas para garantir que o ambiente de trabalho receba as pessoas com deficiência e apoie aquelas que enfrentam questões de saúde mental, bem-estar e desafios pessoais, especialmente em meio à pandemia.

 

A expansão e as parcerias são uma parte essencial desses esforços, uma vez que o progresso genuíno em direção à diversidade requer que qualquer organização saia de sua própria bolha e considere seu papel social de forma mais ampla.

Tina Vinod sorrindo para a câmera
Durante toda a pandemia, enfatizamos muito a saúde mental e o bem-estar, políticas de trabalho em casa, opções de trabalho flexíveis e formas de engajamento virtual. Estamos perfeitamente cientes das crescentes preocupações em torno da saúde mental globalmente e a Thoughtworks lançou várias iniciativas projetadas, especificamente, para que as equipes sejam mais abertas e lidem em segurança com questões como ansiedade, depressão, estresse, luto e integração entre trabalho-vida
Tina Vinod
Global Head, Diversity, Equity and Inclusion, Thoughtworks
Durante toda a pandemia, enfatizamos muito a saúde mental e o bem-estar, políticas de trabalho em casa, opções de trabalho flexíveis e formas de engajamento virtual. Estamos perfeitamente cientes das crescentes preocupações em torno da saúde mental globalmente e a Thoughtworks lançou várias iniciativas projetadas, especificamente, para que as equipes sejam mais abertas e lidem em segurança com questões como ansiedade, depressão, estresse, luto e integração entre trabalho-vida
Tina Vinod
Global Head, Diversity, Equity and Inclusion, Thoughtworks

Na prática

 

Diversidade, equidade e inclusão sempre foram fundamentais para nossos valores, cultura e comunidade. Ao longo dos anos, nosso foco foi ampliado para abranger vários grupos sub-representados em tecnologia, incluindo minorias de gênero, LGBTQ+, pessoas com deficiência, negras, indígenas e de outras origens. Nossa esperança é que a Thoughtworks e a indústria em geral reflitam a diversidade do mundo ao nosso redor. Os projetos a seguir são apenas alguns exemplos de nosso trabalho para tornar isso uma realidade:

Vapasi: acolhendo mulheres de volta à tecnologia

 

Pela dinâmica tradicional de gênero na Índia muitas talentosas mulheres desenvolvedoras e analistas sofrem pressão exagerada para deixar o mercado de trabalho para cuidar de crianças ou outros membros da família. Considerando o rápido ritmo de transformação no setor de tecnologia, muitas estão convencidas de que nunca poderão retornar.

Infográfico Fatos sobre o Vapasi: 150 participantes, 50 estágios e 34 contratações em tempo integral

A iniciativa Vapasi foi criada para encorajar mulheres tecnologistas experientes a retornar ao mercado de trabalho. É um programa completo de treinamento, gratuito e certificado pela Thoughtworks que ajuda participantes a redescobrir, atualizar e aprimorar suas habilidades técnicas. Temos executado o Vapasi anualmente, desde 2014, disponibilizando o programa no formato a distância para permitir sua continuidade durante a pandemia.

 

A Thoughtworks também apoia organizações de treinamento comunitário em todo o mundo, oferecendo oportunidades para mulheres e grupos sub-representados na tecnologia para ajudar a mover a indústria em direção a uma melhor representação da sociedade. Nossas contribuições são no sentido de prover mentoras, professoras, espaços e patrocínios. No Brasil, idealizamos um curso de 16 semanas, a Aceleradora, em que jovens vivenciam uma imersão temporária em programação ágil. Outro exemplo é a nossa parceria com a Factoría F5, na Espanha, em que oferecemos uma série de masterclasses sobre programação. 

Um salto gigante em inclusão no local de trabalho

 

O Índice de Igualdade no Local de Trabalho, desenvolvido pela organização de direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBTQ+), Stonewall, é amplamente considerado uma referência de desempenho corporativo relacionada ao fornecimento de um ambiente aberto e inclusivo para profissionais LGBTQ+.

 

A Thoughtworks sempre esteve comprometida em criar esse ambiente e foi avaliada por suas conquistas no Reino Unido e na Índia. Quando nossa empresa no Reino Unido entrou no Índice de Igualdade no Local de Trabalho pela primeira vez, na posição 314, estávamos determinados a fazer mais. 

Esforços concentrados em recrutamento, comunidade, aprendizagem e desenvolvimento, assim como parcerias com organizações LGBTQ+, nos impulsionaram para a posição 53 do ranking em 2020. Temos orgulho de ser uma das poucas empresas de médio porte, e ainda em menor quantidade no setor de tecnologia, entre as 100 primeiras colocações.

 

Nossa classificação reflete o progresso que fizemos na atualização de nossas políticas e na criação de espaços de trabalho neutros em termos de gênero. Mas é importante observar que essa conquista não foi apenas nossa. Além dos esforços incansáveis e individuais de Thoughtworkers, esse aprimoramento é resultado de parcerias próximas e ativas com outras organizações. Podemos citar como exemplos nossa parceria com a LGBT Foundation, a realização de eventos internacionais, como o Trans Day of Visibility, e de palestras externas, além do compartilhamento de boas práticas por nossa base de clientes e profissionais. Todas essas iniciativas melhoraram a compreensão em relação a questões enfrentadas por pessoas LGBTQ+. A jornada ainda está longe do fim. E é um caminho que iremos percorrer em sintonia com organizações que pensam de forma semelhante.

Três pessoas conversando no evento Limitless Três pessoas conversando no evento Limitless

Sem limites: mulheres na liderança

Segundo algumas estimativas, menos de um quarto das posições de liderança em tecnologia são ocupadas por mulheres. Corrigir o desequilíbrio de liderança requer uma forte rede de apoio para mulheres, além da presença de fóruns nos quais elas possam aprender, trocar ideias e ser incentivadas por colegas que enfrentaram desafios semelhantes e prosperaram. Em 2019, lançamos o Limitless, uma comunidade e uma série de eventos especiais que oferecem uma oportunidade valiosa de engajamento em diálogos francos, abertos e significativos com lideranças inspiradoras que inovaram em vários campos. Profissionais brilhantes como a ex-CEO do Lloyd's de Londres, Dame Inga Beale, e a premiada cientista da computação Dra. Sue Black, compartilharam suas perspectivas sobre tópicos como o avanço da mudança cultural e o equilíbrio entre trabalho e família, ajudando a construir uma via para mulheres poderosas e líderes do futuro.
Thoughtworkers no palco do evento WEP segurando troféu Thoughtworkers no palco do evento WEP segurando troféu

ONU Mulheres: progresso na China servindo a uma causa global

O setor de tecnologia da China criou oportunidades notáveis na última década, mas, como em outros países, as mulheres que desejem participar devem lutar contra as antigas percepções de gênero e desigualdades no local de trabalho.

Desde que abrimos escritórios na China, em 2004, nossa presença cresceu em mais de 2.000 integrantes em sete grandes cidades. A equipe local compartilha o foco global da Thoughtworks de aumentar a representatividade de mulheres na indústria de tecnologia. Nossa liderança no país tem trabalhado ativamente com o intuito de criar uma plataforma para que mulheres tecnologistas possam se desenvolver e liderar pelo exemplo. Nosso foco tem sido, de forma consistente, a igualdade de gênero e o empoderamento, desde a seleção, contratação e treinamento até retenção e políticas para pais e cuidadores. Em um exercício de promoção recente, as mulheres representaram quase metade (45%) do nosso progresso. 

 

Este trabalho foi recentemente reconhecido na International Conference on Gender Equality and Corporate Social Responsibility & Women’s Empowerment Principles (WEPs), organizada pela ONU Mulheres China e a Delegação da União Europeia na China. Os organizadores premiaram a Thoughtworks pelo Compromisso de Liderança no país. O prêmio foi um dos dez destinados a reconhecer empresas com modelos de práticas de negócios que marcam o progresso em direção aos compromissos com a igualdade de gênero estabelecidos nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), demonstrando como as medidas corretas em nível local podem ecoar internacionalmente.

 

 

Compromisso com a inclusão de pessoas com deficiência

 

Quase uma em cada cinco pessoas em todo o mundo têm deficiência. No entanto, os direitos das pessoas com deficiência são frequentemente esquecidos ao se destacar outras formas de discriminação. O Valuable 500 é uma iniciativa global e liderada por outras bases populares que visa impulsionar a inclusão de pessoas com deficiência a uma posição de maior evidência na agenda de negócios em todo o mundo por meio de uma combinação de networking, ativismo e apoio.

Nosso compromisso de longa data com a inclusão no mercado de trabalho exigia estender nossos esforços para incluir, especificamente, pessoas com deficiência, o que nos encorajou a ingressar em uma comunidade de organizações com ideias semelhantes e nos comprometer com o Valuable 500 em 2020. A partir desse compromisso, nós planejamos aprender, investir e desenvolver, trabalhando em estreita colaboração com nossos pares para fornecer a tecnologistas com deficiência uma base e um espaço de trabalho solidários, onde possam desenvolver suas habilidades e alcançar seus objetivos profissionais.

Foto de Carol Cintra, usando óculos e sorrindo para a câmera
Diversidade e inclusão para nós nunca foi sobre nos tornarmos a empresa de tecnologia com os melhores números. É sobre como podemos estimular e impactar o mercado para além da Thoughtworks. Nós sempre tentamos perseguir a ideia de uma jornada pessoal. As jornadas individuais são diferentes, mas encorajamos que cada pessoa siga por conta própria, seja curiosa sobre o mundo, faça perguntas, desafie ideias, conheça pessoas de diferentes culturas, se exponha a diferentes perspectivas e tente ver o mundo através dos olhos de quem tem menos privilégios.
Carol Cintra
Regional Managing Director, Thoughtworks Latin America
Diversidade e inclusão para nós nunca foi sobre nos tornarmos a empresa de tecnologia com os melhores números. É sobre como podemos estimular e impactar o mercado para além da Thoughtworks. Nós sempre tentamos perseguir a ideia de uma jornada pessoal. As jornadas individuais são diferentes, mas encorajamos que cada pessoa siga por conta própria, seja curiosa sobre o mundo, faça perguntas, desafie ideias, conheça pessoas de diferentes culturas, se exponha a diferentes perspectivas e tente ver o mundo através dos olhos de quem tem menos privilégios.
Carol Cintra
Regional Managing Director, Thoughtworks Latin America

Nós nos orgulhamos de que nossos esforços em diversidade e inclusão tenham sido reconhecidos em muitas regiões ao longo dos anos com prêmios e elogios. Os prêmios que recebemos nesta área durante o período de relatório (2019-2020) estão listados aqui.

 

Saiba mais sobre nossa abordagem de diversidade, equidade e inclusão