菜单

liderando com coragem:
especial covid-19

Sumário executivo | 6 de julho de 2020


Transformar não é suficiente: a era da evolução contínua 


Passados quatro meses desde que a Covid-19 ganhou status de pandemia, falar sobre a necessidade de transformação digital se tornou lugar comum. No entanto, a frequência com a qual as iniciativas de transformação falham, gerando enormes prejuízos para as empresas, parece ser uma dura verdade ainda pouco discutida. 


Mais do que nunca, antes de começar um processo de transformação, é preciso saber quais são os erros a se evitar. Em um momento no qual a pressão é crescente, o impulso de embarcar em uma transformação apenas pela ideia de se transformar é um grande risco. Se uma iniciativa não for desde o início desenhada para responder a um problema específico de negócio, então não há razão para que ela exista.


E vale lembrar: responder a um problema de negócio não significa abraçar todos os problemas existentes. Responsividade não é sobre a capacidade de responder a tudo, e sim de priorizar iniciativas que sejam viáveis e de fato tenham potencial de gerar impacto positivo no negócio.


Transformar não é sinônimo de inovar. Na verdade, transformar nada mais é do que transitar de um estado para outro – sem qualquer garantia de que o estado de destino seja melhor do que o de início. Por isso, é preciso ir além da transformação como um processo com início, meio e fim. 


A pergunta, então, não é somente como sua empresa deve se transformar para responder às necessidades de hoje. Pergunte-se também: o que sua empresa precisa transformar para continuar evoluindo no ritmo necessário para responder às mudanças que ainda virão?

Quer receber mais perspectivas na sua caixa de entrada?

Inscreva-se para receber nossos insights de tecnologia e negócios para lideranças corajosas.