Menu

Varejo e e-commerce

A maneira como consumimos está mudando. Nossas estratégias de varejo estão sendo moldadas por uma nova geração de clientes, que pensam e compram de uma maneira significativamente diferente – na qual a tecnologia é um diferenciador, não uma restrição.

Varejistas de hoje devem ser ágeis, envolventes e relevantes para atender às necessidades e aos desejos de clientes amanhã; tanto no nível funcional quanto no emocional. Essa evolução pode ser vista agora: do físico ao digital, da propriedade ao compartilhamento, da compra de produtos à compra de soluções personalizadas.

A arte do varejo moderno


Embora acreditemos que o comportamento de clientes ainda seja amplamente impulsionado por inspiração, valor e conveniência, é evidente que varejistas precisam evoluir continuamente para atender a essas necessidades em constante mudança.


Hoje, estamos vendo o surgimento de novas tecnologias que prometem novas maneiras de encantar o público consumidor: IoT, RV/RA, robôs, aprendizado de máquina e IA, blockchain tudo sustentado por big data, abrindo caminho para uma interação mais inteligente com clientes.


À medida que as jornadas de clientes e as cadeias de valor se tornam digitais e conectadas, vemos o surgimento de ecossistemas e plataformas tecnológicas globais multifacetadas, que mudam drasticamente a maneira como compramos, socializamos, comunicamos e obtemos informações. Um aspecto importante do sucesso dessas plataformas é a maneira como elas usam ecossistemas com múltiplas partes.

A ThoughtWorks nos ajudou a repensar a experiência de clientes em um ambiente de interações constantes por meio do uso da tecnologia. Estou surpreso pelo fato de que, em 8 semanas, tivemos um produto em funcionamento, adicionando valor ao nosso negócio

O futuro do varejo


Toda essa mudança traz consigo a oportunidade de criar um mundo melhor. À medida que a demanda por recursos globais continua a aumentar, as pressões sociais e de custo levam varejistas a mudar para modelos de negócio mais responsáveis, e as organizações devem adotar o movimento sustentável quando se trata de seus próprios produtos e serviços.

A economia circular e sustentável


Essa palestra de Kevin Flynn e Visa Subramaniam explora a demanda por modelos de negócios mais responsáveis e a crescente ênfase na redução de desperdícios na indústria de alimentos.

Prontos para a mudança


O relatório Future of Food 2030 analisa detalhadamente os principais fatores que moldam o setor de supermercados hoje, em uma tentativa de prever como esse importante segmento de varejo mudará nos próximos 12 anos.



Veja o relatório >

Vamos conversar sobre seu próximo projeto?