Menu

5 aprendizados sobre acelerar jornadas profissionais


Durante a minha jornada em times que atuam na área de pessoas, me deparei com tomadas de decisões difíceis e momentos de celebração. Nessa perspectiva, as vivências mais realizadoras estão conectadas aos espaços de crescimento de carreira, é lá onde guardo as melhores narrativas e se renova o propósito no meu trabalho.

Hoje lidero um programa na ThoughtWorks que tem esse foco — acelerar jornadas profissionais de pessoas que querem construir o seu futuro na tecnologia: o Desenvolve.

O Desenvolve é um programa com ciclo de dois anos, que tem início com a preparação das pessoas para vivenciar uma imersão de cinco semanas na ThoughtWorks University, no escritório da Índia ou da China. Lá, todas irão aprender e consolidar sobre o que é ser uma pessoa consultora, experienciando desafios de clientes reais numa comunidade global de 14 países. Esse período de treinamento constrói espaços de aprendizados que representam um marco na jornada daquelas que embarcam nessa aventura.

Nesse contexto, o meu papel é fomentar uma rede de apoio para potencializar e facilitar espaços de aprendizados e reflexões, como também criar estruturas que permitam o desenvolvimento de carreiras em um intervalo de tempo acelerado.

Percebem como pode ser estimulante participar desse programa?

A seguir, compartilho alguns dos meus aprendizados nessa posição:

1. As jornadas são únicas

Compreender que as pessoas desenvolvem trajetórias distintas ao longo das suas escolhas profissionais e sofrem influências dos seus valores, habilidades, competências, aprendizados e paixões — elementos que formam seu entendimento sobre o mundo. Portanto, celebrar essa diferença, acolher a subjetividade e atentar-se ao que cada pessoa, com sua complexidade, pode contribuir para um time é considerar os indivíduos como seres únicos, movidos por propósito. Assim, você terá pessoas engajadas e com espaço de confiança nas suas interações, para que possam fazer escolhas e tomar decisões mais conscientes.

2. Conectar as pessoas às suas forças

Em geral, nós damos maior atenção às competências que nos faltam ao longo da nossa jornada, o que é importante para construirmos os espaços de melhoria. Contudo, entender quais são as nossas forças é fundamental para consolidar uma carreira com maior maturidade, ações mais assertivas, bem como criar uma rede de influência.

Quando nos conectamos com as nossas forças, podemos fazer escolhas com maior assertividade e sabedoria, sendo intencionais em direcionar os melhores cenários para evidenciar nosso próprio potencial e obter efetividade nas entregas. Outro aspecto relevante é que podemos apoiar outras pessoas que buscam desenvolver as competências que nós possuímos e, assim, criar um espaço de influência e engajamento. Quando compartilhamos conhecimento, conquistamos um lugar de referência nos times. Por isso, é fundamental como pessoa que acompanha carreiras ser um facilitador desse processo de conexão e estímulo.

3. Tudo é sobre atitude

Tenho como premissa apoiar e construir uma estrutura para que as pessoas possam direcionar não só as suas carreiras, mas também assumirem responsabilidades e liderarem iniciativas para serem agentes de transformação, com um olhar para criar e pensar soluções dentro do negócio. Com isso, por mais que possamos ter uma rede de apoio, as pessoas devem compreender que são as protagonistas da sua trajetória e, portanto, ter uma atitude de maior comprometimento e profissionalismo, reconhecer o espaço do coletivo e ganhar autonomia. Isso é imprescindível para potencializar carreiras.

Atitude faz total diferença. Como você encara as oportunidades? Como se expõe para os aprendizados e desafios? Crie as oportunidades!

4. Mindset Global Thinking

Somos uma Consultoria Global de Software, e o Desenvolve alcança pessoas de 14 países, o que nos permite estar inseridos em um contexto intercultural. Compreender as nuances culturais é sempre desafiador, mas com isso vem a possibilidade de reconfigurar a nossa mentalidade sobre a forma como percebemos os nossos valores e a leitura que fazemos sobre o outro. E por que isso é importante?

O choque cultural pode ocasionar desafios de adaptação, ansiedade e stress, o que gera uma instabilidade na eficiência do trabalho, assim como falta de assertividade e sinergia nas decisões. Por isso, viabilizar um aprendizado intercultural consiste em desenvolver o que chamamos de Global Thinking Mindset — conviver com diferentes culturas, respeitando a subjetividade de cada pessoa e apreciando as diferenças, para adquirir mais inteligência emocional nas interações.

ThoughtWorks University

5. Celebrar a diversidade

No Programa Desenvolve nos esforçamos para mudar a cara do mercado de tecnologia. Somos acolhedores e intencionais em buscar perfis que façam parte dos recortes de diversidade, grupos historicamente excluídos e oprimidos. Por isso celebramos a diversidade, por entender que é a coisa certa a ser feita, que é uma maneira de mitigar as distâncias sociais.

Além disso, reconhecemos o quanto jornadas diversas enriquecem, contribuem e fomentam um espaço criativo para qualificar as nossas entregas, uma vez que olhar para diferentes experiências nos dá um reflexo da sociedade. Temos pressa em criar oportunidades para uma mudança social positiva, e acredito que a única forma de evoluirmos como coletivo é garantir espaços diversos e seguros.

Dentro desse compartilhamento de aprendizados há três elementos que me causam felicidade: paixão, aprendizado e encantamento. Hoje tenho o privilégio de vivenciá-los em função do propósito no meu trabalho, que possibilita considerar pessoas como pessoas, acolher toda a sua complexidade e humanidade, aliando-as, assim, às minhas entregas, e cuidar dos espaços de crescimento na minha jornada.