Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
Publicado : Oct 28, 2020
NÃO ENTROU NA EDIÇÃO ATUAL
Este blip não está na edição atual do Radar. Se esteve em uma das últimas edições, é provável que ainda seja relevante. Se o blip for mais antigo, pode não ser mais relevante e nossa avaliação pode ser diferente hoje. Infelizmente, não conseguimos revisar continuamente todos os blips de edições anteriores do Radar. Saiba mais
Oct 2020
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.

A manutenção de bases de código JavaScript em grande escala nunca é fácil, mas é especialmente desafiadora quando migramos alterações que podem gerar quebras. IDEs com recursos de refatoração podem ajudar em cenários simples. No entanto, quando sua base de código é uma biblioteca com ampla dependência, toda vez que você faz uma alteração importante, é preciso passar por uma série de bases de código de clientes para fazer as atualizações apropriadas — o que requer supervisão humana e precisa ser feito de forma manual. jscodeshift, um kit de ferramentas para refatorar JavaScript e TypeScript, ajuda a aliviar essa dor. Ele pode analisar seu código para construir árvores de sintaxe abstratas (AST) e fornecer uma API para manipular a árvore com várias transformações (por exemplo, adicionar, renomear e excluir propriedades de componentes existentes), em seguida exportando a árvore como código-fonte final. jscodeshift também vem com um utilitário de testes de unidade simples que pode aplicar desenvolvimento orientado a testes para escrever codemods de migração. Consideramos o jscodeshift bastante útil para a manutenção de sistemas de design.

Baixar o Technology Radar Volume 27

English | Español | Português | 中文

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores