Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
publicado : May 19, 2020
NÃO ENTROU NA EDIÇÃO ATUAL
Este blip não está na edição atual do Radar. Se esteve em uma das últimas edições, é provável que ainda seja relevante. Se o blip for mais antigo, pode não ser mais relevante e nossa avaliação pode ser diferente hoje. Infelizmente, não conseguimos revisar continuamente todos os blips de edições anteriores do Radar. Saiba mais
May 2020
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.

Mencionamos Goss, uma ferramenta para testes de provisionamento, em Radares anteriores, por exemplo, ao descrever a técnica de TDD em contêineres. Embora Goss nem sempre seja uma alternativa ao Serverspec, simplesmente por não oferecer a mesma quantidade de recursos, vale considerá-lo quando seus recursos atenderem às suas necessidades, principalmente por se tratar de um binário pequeno e independente (em vez de exigir um ambiente Ruby). Um antipadrão comum com o uso de ferramentas como Goss é a contabilidade de entrada dupla, na qual cada alteração nos arquivos de infraestrutura como código requer uma alteração correspondente nas asserções de teste. Esses testes exigem muita manutenção e, devido à estreita correspondência entre código e teste, as falhas ocorrem principalmente quando uma pessoa engenheira atualiza um lado e esquece o outro. E esses testes raramente detectam problemas genuínos.

Radar

Baixar o Technology Radar Volume 25

English | Español | Português | 中文

Radar

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores