Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
radar blip
radar blip

Interface de usuário orientada a servidor

Atualizado em : Oct 26, 2022
NÃO ENTROU NA EDIÇÃO ATUAL
Este blip não está na edição atual do Radar. Se esteve em uma das últimas edições, é provável que ainda seja relevante. Se o blip for mais antigo, pode não ser mais relevante e nossa avaliação pode ser diferente hoje. Infelizmente, não conseguimos revisar continuamente todos os blips de edições anteriores do Radar. Saiba mais
Oct 2022
Assess ? Vale a pena explorar com o objetivo de compreender como isso afetará sua empresa.

A interface de usuário orientada a servidor continua a ser um assunto polêmico nos círculos de discussão sobre dispositivos móveis, porque oferece às pessoas desenvolvedoras o potencial de aproveitar os ciclos de mudança mais rápidos sem entrar em conflito com as políticas das lojas de aplicativos sobre a revalidação do próprio aplicativo para dispositivos móveis. A interface de usuário orientada ao servidor separa a renderização em um contêiner genérico no aplicativo móvel, enquanto a estrutura e os dados de cada visualização são fornecidos pelo servidor. Isso significa que as alterações que antes exigiam um percurso de ida e volta a uma loja de aplicativos agora podem ser realizadas por meio de alterações simples nas respostas que o servidor envia. Embora alguns times de aplicativos móveis muito grandes tenham obtido bastante sucesso com essa técnica, isso também exige um investimento substancial na construção e manutenção de um framework proprietário complexo. Tal investimento requer um caso de negócio convincente. Até que haja bons argumentos, talvez seja melhor proceder com cautela. Na verdade, nós tivemos algumas experiências com bagunças terríveis e excessivamente configuráveis ​​que não entregaram os benefícios prometidos. Mas com o apoio de gigantes como Airbnb e Lyft, podemos verdadeiramente ver surgir alguns frameworks úteis capazes de ajudar a domar a complexidade. Fique de olho nesse espaço.

Mar 2022
Trial ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.

Quando criamos uma nova edição do Radar, muitas vezes experimentamos uma sensação de déjà vu. A técnica de UI orientada a servidor é um caso particularmente sólido, com o advento de frameworks que permitem que pessoas desenvolvedoras mobile se beneficiem de ciclos de mudança mais rápidos, sem infringir nenhuma das políticas da loja de aplicativos em relação à revalidação do aplicativo móvel em si. Já abordamos isso anteriormente sob a perspectiva de permitir que o desenvolvimento para dispositivos móveis seja escalado entre os times. A interface de usuário orientada a servidor separa a renderização em um contêiner genérico no aplicativo móvel, enquanto a estrutura e os dados de cada visualização são fornecidos pelo servidor. Isso significa que as alterações que antes exigiam uma viagem de ida e volta à loja de aplicativos agora podem ser realizadas por meio de alterações simples nas respostas que o servidor envia. Observe que não estamos recomendando essa abordagem para todo o desenvolvimento de UI. Na verdade, tivemos experiências com algumas bagunças terríveis e excessivamente configuráveis, mas, com o apoio de gigantes como AirBnB e Lyft, suspeitamos que não sejamos apenas nós da Thoughtworks que nos cansamos de tudo sendo feito do lado do cliente. Fique de olho nesse espaço.

Publicado : Mar 29, 2022

Baixar o Technology Radar Volume 29

English | Español | Português | 中文

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores