Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
As informações desta página não estão completamente disponíveis no seu idioma de escolha. Esperamos disponibiliza-las integralmente em outros idiomas em breve. Para ter acesso às informações no idioma de sua preferência, faça o download do PDF aquí.
Atualizado em : Jan 31, 2011
NÃO ENTROU NA EDIÇÃO ATUAL
Este blip não está na edição atual do Radar. Se esteve em uma das últimas edições, é provável que ainda seja relevante. Se o blip for mais antigo, pode não ser mais relevante e nossa avaliação pode ser diferente hoje. Infelizmente, não conseguimos revisar continuamente todos os blips de edições anteriores do Radar. Saiba mais
Jan 2011
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.
Functional languages have a wide range of practical uses, including simulation, computational fi nance, computational science, large scale data processing and parsing. These fields benefit from functional programming techniques that simplify concurrent execution and the expression of complex mathematical functions concisely. Functional programming requires a shift in thinking for enterprise developers experienced in object oriented development. Moving to an often terse syntax for solving complex problems may initially be intimidating to many. As with all forms of programming languages, syntax is just one aspect of the language itself. In functional programming another significant aspect is the use of common idioms. These idioms speed code comprehension and increase overall maintainability. This might not be news to all, but it is worth noting that dynamic languages are long ready for adoption and trial. Ruby, particularly when deployed on JRuby, is ready for adoption. Thoughtworks uses Ruby and JRuby extensively in both its Services and Product work. Groovy is ready for trial and could prove more accessible than Ruby/JRuby in a Java shop. For the right type of applications, Ruby, JRuby, and Groovy prove far more effective, expressive, and productive than Java and C#.
Aug 2010
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.
Apr 2010
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.
Publicado : Apr 29, 2010

Baixar o Technology Radar Volume 27

English | Español | Português | 中文

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores