Master
Técnicas

Identidade descentralizada

Published: May 19, 2020
Last Updated: Apr 13, 2021
Apr 2021
Avalie?

Em 2016, Christopher Allen, um importante contribuidor no espaço de SSL/TLS, nos inspirou com a introdução de 10 princípios sustentando uma nova forma de identidade digital e um caminho para chegar lá, o caminho para a identidade auto-soberana. A identidade auto-soberana, também conhecida como identidade descentralizada , é uma "identidade portátil vitalícia para qualquer pessoa, organização ou coisa que não dependa de nenhuma autoridade centralizada e jamais possa ser removida", de acordo com o padrão Trust over IP. A adoção e a implementação da identidade descentralizada vêm ganhando impulso e se tornando algo mais possível de alcançar. Vemos sua adoção em aplicações de saúde para clientes, infraestruturas de saúde governamentais e identidades jurídicas corporativas que respeitam a privacidade. Se você deseja adotar rapidamente a identidade descentralizada, pode avaliar sistemas de suporte como Sovrin Network, Hyperledger Aries e Indy, bem como padrões para identificadores descentralizados e credenciais verificáveis. Estamos observando este espaço de perto, enquanto ajudamos nossa base de clientes com seus posicionamentos estratégicos na nova era de confiança digital.

Oct 2020
Avalie?
May 2020
Avalie?

Desde o nascimento da Internet, o cenário tecnológico experimentou uma evolução acelerada em direção à descentralização. Embora protocolos como HTTP e padrões de arquitetura como microsserviços ou malha de dados permitam implementações descentralizadas, o gerenciamento de identidades permanece centralizado. O surgimento da tecnologia de ledger distribuído (DLT), no entanto, habilita a possibilidade do conceito de identidade descentralizada. Em um sistema de identidade descentralizada, as entidades – unidades identificáveis, como pessoas, organizações e outras coisas – são livres para usar qualquer root compartilhada de confiança. Por outro lado, os sistemas convencionais de gerenciamento de identidades são baseados em autoridades e registros centralizados, como serviços de diretório corporativo, autoridades de certificação ou registros de nomes de domínio.

O desenvolvimento de identificadores descentralizados – identificadores globalmente únicos, persistentes e auto-soberanos que são criptograficamente verificáveis – é um dos principais padrões de habilitação. Embora as implementações em escala de identificadores descentralizados ainda sejam raras, estamos otimistas com a premissa desse movimento e começamos a usar o conceito em nossas arquiteturas. Para os últimos experimentos e colaborações do setor, consulte a Decentralized Identity Foundation.