Menu
Nov 2019
Experimente?

Micronaut é um framework JVM para criação de serviços usando Java, Kotlin ou Groovy. Ele se distingue por seu consumo pequeno de memória e sua rápida inicialização. Ele consegue essas melhorias ao evitar o uso de reflexão em tempo de execução para injeção de dependência (DI) e geração de proxy, o que é comum em frameworks tradicionais. Em vez disso, usa um contêiner DI/AOP, que executa a injeção de dependência no momento da compilação. Isso o torna atrativo não apenas para microsserviços tradicionais implantados em servidores, como também no contexto de, por exemplo, Internet das Coisas (IoT), aplicativos Android e funções sem servidor. O Micronaut é uma opção de entrada muito promissora para o espaço dos frameworks full-stack para a plataforma JVM, e o estamos vendo em cada vez mais projetos em produção, o que nos leva a movê-lo para o anel Experimente.

Apr 2019
Avalie?

Micronaut é um novo framework que utiliza JVM para construir microsserviços usando Java, Kotlin ou Groovy. Destaca-se por um pequeno uso de memória e um curto tempo de inicialização. Ele consegue essas melhorias evitando o uso de reflections em runtime para geração de injeção de dependências (ID) e proxy, uma falha comum dos frameworks tradicionais. Em vez disso, usa um contêiner ID/AOP que faz a injeção de dependências na hora da compilação. Isso o torna atrativo não apenas pelos microsserviços padrão para web, mas também no contexto da Internet das Coisas, aplicações para Android e funções sem servidor, por exemplo. O Micronaut usa Netty e tem suporte de primeira classe para programação reativa. Também inclui muitos recursos que fazem dele cloud-native friendly, como descoberta de serviço e circuit breaker. O Micronaut é um estreante muito promissor para o framework full stack no espaço JVM e estamos otimistas para observá-lo.