Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
Atualizado em : Nov 20, 2019
NÃO ENTROU NA EDIÇÃO ATUAL
Este blip não está na edição atual do Radar. Se esteve em uma das últimas edições, é provável que ainda seja relevante. Se o blip for mais antigo, pode não ser mais relevante e nossa avaliação pode ser diferente hoje. Infelizmente, não conseguimos revisar continuamente todos os blips de edições anteriores do Radar. Saiba mais
Nov 2019
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.

Micronaut é um framework JVM para criação de serviços usando Java, Kotlin ou Groovy. Ele se distingue por seu consumo pequeno de memória e sua rápida inicialização. Ele consegue essas melhorias ao evitar o uso de reflexão em tempo de execução para injeção de dependência (DI) e geração de proxy, o que é comum em frameworks tradicionais. Em vez disso, usa um contêiner DI/AOP, que executa a injeção de dependência no momento da compilação. Isso o torna atrativo não apenas para microsserviços tradicionais implantados em servidores, como também no contexto de, por exemplo, Internet das Coisas (IoT), aplicativos Android e funções sem servidor. O Micronaut é uma opção de entrada muito promissora para o espaço dos frameworks full-stack para a plataforma JVM, e o estamos vendo em cada vez mais projetos em produção, o que nos leva a movê-lo para o anel Experimente.

Apr 2019
Avalie ? Vale a pena explorar com o objetivo de compreender como isso afetará sua empresa.

Micronaut é um novo framework que utiliza JVM para construir microsserviços usando Java, Kotlin ou Groovy. Destaca-se por um pequeno uso de memória e um curto tempo de inicialização. Ele consegue essas melhorias evitando o uso de reflections em runtime para geração de injeção de dependências (ID) e proxy, uma falha comum dos frameworks tradicionais. Em vez disso, usa um contêiner ID/AOP que faz a injeção de dependências na hora da compilação. Isso o torna atrativo não apenas pelos microsserviços padrão para web, mas também no contexto da Internet das Coisas, aplicações para Android e funções sem servidor, por exemplo. O Micronaut usa Netty e tem suporte de primeira classe para programação reativa. Também inclui muitos recursos que fazem dele cloud-native friendly, como descoberta de serviço e circuit breaker. O Micronaut é um estreante muito promissor para o framework full stack no espaço JVM e estamos otimistas para observá-lo.

publicado : Apr 24, 2019
Radar

Baixar o Technology Radar Volume 25

English | Español | Português | 中文

Radar

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores