Enable javascript in your browser for better experience. Need to know to enable it? Go here.
Publicado : Mar 29, 2022
Mar 2022
Experimente ? Vale a pena ir atrás. É importante entender como desenvolver essa capacidade. As empresas devem experimentar esta tecnologia em um projeto que possa lidar com o risco.

Os modelos do Azure Pipeline permitem que você remova duplicações em suas definições do Azure Pipeline por meio de dois mecanismos. Com os modelos "includes", você pode fazer referência a um modelo de forma que o mesmo se expanda em linha como uma macro C++ parametrizada, possibilitando uma maneira simples de fatorar a configuração comum entre estágios, trabalhos e etapas. Com modelos "extends", você pode definir um shell externo com configuração de pipeline comum, e com a verificação do modelo necessário, você pode falhar a compilação caso o pipeline não estenda determinados modelos, evitando ataques maliciosos contra a própria configuração do pipeline. Junto com as orbs do CircleCI e os mais recentes fluxos de trabalho reutilizáveis do GitHub Actions, os modelos do Azure Pipeline fazem parte da tendência de criar modularidade no design de pipeline em várias plataformas, e vários de nossos times ficaram satisfeitos em usá-los.

Radar

Baixar o Technology Radar Volume 26

English | Español | Português | 中文

Radar

Mantenha-se por dentro das tendências de tecnologia

 

Seja assinante

Visite nosso arquivo para acessar os volumes anteriores