Menu

Usando 6 diferentes pontos de vista para um design melhor

Uma sessão de crítica de design pode ser difícil. Algumas pessoas não se sentem confortáveis ​​o suficiente para dar uma opinião honesta e limitam-se a dar feedback positivo. Outros só observarão os aspectos negativos. E a maioria das pessoas baseia sua crítica em seu próprio ponto de vista estético ao invés de focar no objetivo do design (lembre-se: forma segue função). Estas e uma série de outras razões podem transformar uma sessão de crítica de design em uma conversa sem foco interminável.

Introduzindo seis maneiras diferentes de pensar...

Para manter o grupo focado em fornecer feedback de qualidade, com base em pontos de vista diferentes e evitando conflitos, estou usando uma metodologia criada por Edward De Bono chamada Six Thinking Hats (em português foi traduzido para Seis Chapéus do Pensamento). É também conhecida como a sessão Black Hat (Chapéu Preto), pois o chapéu preto é realmente importante para este exercício, como vou descrever mais tarde.

O propósito da metodologia Six Thinking Hats é ajudar as pessoas a mudarem seu próprio processo de pensamento. Ao dar feedback, na maioria das vezes, somos tendenciosos, muito positivos ou muito negativos, e geralmente, nos esquecemos de ver todos os aspectos da situação.

Para utilizar este método, dividimos o grupo em seis papéis diferentes, os seis diferentes "chapéus de pensamentos":

  • Branco:  Foco em fatos. "Esta informação não está clara para mim."
  • Amarelo: Esta é a visão positiva. Eles se concentram nos benefícios. "Foi bem fácil encontrar o campo de pesquisa."
  • Preto: O advogado do diabo. Eles se concentram nos riscos e fraquezas. "Não há o contraste de cor suficiente e é realmente difícil de ler o texto nesses gráficos."
  • Vermelho: Eles fornecem um feedback emocional, baseado na intuição. “Eu não gosto das animações, mas não sei explicar o motivo.”
  • Verde: trazem novas alternativas e conceitos ainda não explorados. “Que tal um tooltip para ajudar os usuários a entenderem as abreviações desta tabela?”
  • Azul:  Controla a atividade em si. Eles ajudam a equipe a se concentrar no processo e garantir que as orientações sejam seguidas durante a sessão.

O chapéu preto é especial para este processo. Para criar o melhor design devemos ter um nível alto de auto-crítica. Contudo, pode ser difícil identificar suas próprias falhas quando você é o único a pensar através da perspectiva do Designer. O chapéu preto irá garantir que as questões de riscos, fraquezas e críticas serão levadas em consideração em um ambiente aberto e seguro.

Organizando a Sessão

A sessão pode ser feita sempre que você sentir que o feedback do usuário é necessário para validar suas idéias de design e para avançar com o desenvolvimento, envolver a equipe no processo de design ou tomar decisões, ou seja, sempre.

A sessão deve ter um tempo de 60-90 minutos. Você vai precisar de Post-its, lápis, chapéus de papel (ou etiquetas) e uma versão impressa das interfaces que precisam de feedback (cole as folhas impressas na parede para as pessoas poderem olhar de perto os detalhes).

Preferencialmente, e para manter a sessão divertida, use chapéus feitos de papel colorido para indicar o papel de cada pessoa durante a sessão. Você também pode usar etiquetas e escrever o nome na cor de cada um dos seis papéis.

Distribua as cores, explique o significado de cada uma delas e dê à equipe 15 minutos para olhar para os protótipos. As pessoas podem fornecer quantos feedbacks elas quiserem, mas devem escrever apenas um feedback em cada post-it. Em seguida, coloque as notas em torno das interfaces impressas, você também pode ajudá-los agrupando os feedbacks em categorias.

Em seguida, todos são convidados a apresentar os seus feedbacks ao grupo. Se o seu grupo é grande e você tem mais de uma pessoa por papel, peça-os para realizarem as apresentações em pares.

No final da sessão, você terá vários feedbacks sob diferentes perspectivas e será capaz de priorizar problemas e definir (ou confirmar) o caminho certo para a sua visão de design no projeto.

Um benefício adicional é a criação de um ambiente colaborativo, onde todos são responsáveis pela experiência de usuário. Em uma sessão aberta e colaborativa como essa, com a participação de toda a equipe, de usuários reais e das partes interessadas no projeto, cria um ambiente equilibrado, que considera as necessidades dos usuários, o propósito do negócio e a tecnologia certa para criar ótimos produtos.

Sugestões? Quais as ferramentas e técnicas que você usa para coletar feedback significativo e gerar discussão em torno do design em seu projeto?